APS aciona o TCU contra BNDES: ilegalidade na tentativa de privatização da Cedae

A APS, Associação dos Profissionais em Saneamento, entrou com uma denúncia no TCU, Tribunal de Contas da União, solicitando a apuração das irregularidades e ilegalidades  cometidas pelo BNDES no processo de modelagem para possível privatização da Cedae.

O Banco iniciou os trabalhos sem cobertura contratual e, além disso, não deu publicidade ao contrato entre as partes, o que torna impossível saber qual é o real objeto da empreitada.

A APS pede ainda que o TCU apure as responsabilidades e aplique as devidas punições aos responsáveis pela ilegalidade.

A APS entende que todo o processo, até aqui, é eivado de vícios, irregularidades e ilegalidades, o que prova que a privatização em si é inconcebível. Atende apenas aos interesses financeiros de alguns poucos agentes políticos e põe em risco a saúde e a qualidade de vida da população do Rio de Janeiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *