PLANASA

No Brasil moderno a primeira ação do poder público com o objetivo de planejar, executar e universalizar os serviços de saneamento em nível nacional foi o PLANASA, Plano Nacional de Saneamento, instituído em 1971.

O PLANASA criou as Companhias Estaduais de Água e esgoto, concessionárias devidamente contratadas ou conveniadas com os municípios, reais detentores do poder concedente para a prestação dos serviços de saneamento, no caso, distribuição de água e coleta e destinação final de esgoto.

Alguns municípios, a critério de seus gestores, optam por manter através de estruturas próprias os serviços relativos ao esgotamento sanitário.

Coordenado pelo BNH, o PLANASA conseguiu avanços consideráveis, elevando de 50,4% para 87% o abastecimento de água da população urbana do Brasil em apenas 15 anos.